Futebol, Profissional

Motivos não faltavam para o MAC entrar motivado em campo pela sexta rodada da Série A-3. Posso citar alguns deles: salários pagos, jogar em casa, jogar diante do lanterna da competição, que ainda não havia marcado nenhum gol na A-3, o fato da vitória colocar o time na zona de classificação, para a segunda fase e o principal, vir de vitória, fora de casa com gol aos 52 minutos do segundo tempo.

Se não bastasse tudo isso, o time vinha jogando bem nas últimas partidas. Em Matão propôs o jogo, durante toda a partida e foi coroado com o gol. Com a bola rolando em Marília, não foi diferente, o MAC ocupava o campo de ataque do Independente e o jogo procedia bem, com boas tabelas conduzidas por Léo Franco e Gadelha. Na frente Du Gaia se movimentava pelas duas pontas, cavando faltas e tirando a dupla de defesa da área.

A equipe de Limeira teve apenas uma chegada no primeiro tempo e ela foi aos 11 minutos. Dodô ganhou no corpo de Wallace e saiu de frente com o gol. Ele bateu cruzado, no alto e Éder fez uma linda defesa.

A boa atuação demorou um pouco para transformar-se em chances de gol. Aos 18 minutos, Gadelha teve que chamar a responsabilidade para criar uma grande oportunidade. O veterano fez boa jogada pela direita, lançou para Borebi que protegeu bem a bola com o corpo e rolou para Du Gaia que bateu pro gol, exigindo boa defesa do goleiro Fernando.

Só dava Tigrão, que seguiu controlando o jogo. Aos 32 minutos, Valmir recebeu no canto esquerdo da área, próximo da linha de fundo, fez jogada individual e ao driblar Marcelo Lanza recebeu a carga em cima: pênalti para o Tigre. Borebi teve sua primeira cobrança convertida, mas com invasão na área, teve que cobrar uma segunda vez. O atacante foi pra bola, correu, bateu e fez: 1 a 0 MAC.

Na sequência o Independente até tentou uma reação. As bolas aéreas eram as principais alternativas do visitante, mas sem sucesso. Final do primeiro tempo, com o MAC em vantagem.

O segundo tempo começou com menos movimentação. O Independente não tinha muitas alternativas e lançou-se para o ataque. Restava ao Marília, jogar com inteligência e explorar contra golpes, porém Luciano Quadros não queria correr riscos com o placar magro e colocou o jovem Matheus Marcondele. Logo nos primeiros minutos de Marcondele em campo, ele tabelou com Léo Franco, arrancou pelo lado esquerdo e bateu pro gol, passando a bola perto do travessão.

A postura do Independente na marcação trazia muita força e o time colecionava cartões amarelos. O volante Gutiere não se contentou com apenas um e ao fazer falta dura, recebeu o segundo e o cartão vermelho consecutivo, deixando o time de Limeira com 10 em campo.

Com um homem a mais, Quadros colocou o atacante Filipe André e lançou o MAC a frente. Aos 30 minutos, o atacante fez boa jogada pela direita e cruzou para Marcondele. Ele dominou perto da pequena área e chutou em cima do goleiro Fernando. Minutos depois foi a hora de Marcondele retribuir. Ele chamou Marcelo Lanza para dançar, fez linda jogada e tocou no centro da área para Filipe André que pegou de primeira e ampliou o placar para o Marília. Gol que deu tranquilidade para o MAC e a artilharia do time ao atacante com três gols.

Os minutos finais já tinha o jogo definido e serviu para o torcedor soltar gritos de “olé” e para Luciano Quadros constatar que o menino Matheus Marcondele, ainda poderá ser muito útil a ele na competição. Ele jogava solto e encantava o torcedor no Abreuzão. Final de jogo: MAC 2 x 0 Independente. Com o resultado o Tigre foi para a zona de classificação da Série A-3, com 10 pontos.

Após a partida o técnico Luciano Quadros comemorou mais uma vitória. “Todas as partidas vemos alguma evolução no time, isso é o mais importante. Agora teremos uma pausa maior e vamos em busca de vencer a segunda fora de casa.”

O próximo duelo do MAC, será sábado que vem (19), em Atibaia, contra o time daquela cidade.

FICHA TÉCNICA: MARÍLIA x INDEPENDENTE DE LIMEIRA

Local: Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal
Horário: 19h (horário de Brasília)
Data: 18 de fevereiro de 2017, sábado
Público: 1.191
Renda: 7.395,00
Cartões amarelos: Bruno, João Victor e Gutiere (Independente) e Léo Franco (Marília).
Cartão vermelho: Gutiere (Independente)
GOLS: Borebi aos trinta e seis do primeiro tempo e Filipe André aos trinta e seis minutos do segundo tempo.

MARÍLIA: Éder; Wallace Rato, Alessandro Lopes, Romário e Valmir (Marcondele); Agenor, Fábio Leite, Léo Franco e Fabiano Gadelha (Juninho Ortega); Du Gaia (Filipe André) e Borebi.
Técnico: Luciano Quadros

INDEPENDENTE DE LIMEIRA: Fernando; Marcelo, Felipe Piá, Bruno e João Victor; Álvaro, Diego, Gutiere e Daniel; Maicon (Batata) e Dodô (Fumaça).

Técnico: Piá

Árbitro: Edson Alves da Silva
Auxiliar 1: Rodrigo Crosara
Auxiliar 2: Gilberto Aparecido Romachelli

Texto: Nelson Junior
Foto: Clodoaldo Moreyra

Share

Deixe uma resposta